Pintar o Cabelo Enfraquece os Fios?

Afinal, pintar o cabelo enfraquece os fios? Tire as suas principais dúvidas sobre a coloração nos cabelos. Suplementação alimentar pode ajudar quem não abre mão de tingir.

Muitas vezes, tudo o que precisamos é dar uma mudada no visual, não é mesmo? E a possibilidade de mudar a cor natural dos cabelos é uma das melhores formas de fazer isso. Os resultados podem ser impressionantes e você fica mais perto de ser quem quiser naquele momento.

No entanto, quando o assunto é tintura, é importante ter alguns cuidados, como a ajuda de um bom nutricosmético, para que o resultado fique bonito e as madeixas mantenham a aparência saudável mesmo após o procedimento, que pode ser agressivo para os fios.

Se informar sobre o assunto e desmistificar alguns mitos e verdades sobre as tinturas é uma das melhores formas de evitar que o resultado não saia como você espera. Vamos te ajudar respondendo algumas das perguntas mais feitas sobre o assunto.

Com que frequência devo pintar os cabelos?

Pintar o Cabelo Enfraquece os Fios

A resposta a essa pergunta depende do tempo que os seus fios demoram para crescer, mas o recomendado é o mínimo possível. A maioria dos tons, no entanto, precisa de algum retoque ao menos uma vez por mês.

Pintar o cabelo enfraquece os fios?

Infelizmente, a resposta é “sim”. As substâncias usadas para tingir os cabelos também podem fragilizar os fios, deixando-os mais secos e quebradiços, especialmente se o procedimento é feito com frequência.

Para minimizar os males, abuse da hidratação antes e depois da tintura, de preferência com produtos específicos para essas situações. Também existe no mercado suplementação alimentar, que ajuda no fortalecimento dos fios e pode ser uma boa alternativa para quem não abre mão da tintura.

A tintura pode aumentar as pontas duplas?

Essa é outra verdade e tem a ver com a pergunta anterior, já que o ressecamento é o grande responsável pelo surgimento das pontas duplas. Suplementação e reforço na hidratação também previnem esse problema.

Descolorir é mais agressivo ainda?

Sempre que for possível atingir o tom que quer sem descolorir, faça isso. As substâncias usadas para descolorir os fios alteram sua estrutura (e por isso mesmo conseguem o efeito), o que quer dizer que podem enfraquecer ainda mais os fios e aumentar as chances de deixá-los quebradiços.

O shampoo e o condicionador influenciam no resultado?

Você provavelmente já viu que várias marcas oferecem shampoos e condicionadores específicos para quem tinge o cabelo com frequência e é uma boa ideia escolher uma dessas opções. Se você usava produtos para cabelos oleosos ou anti resíduos antes, esqueça, pois eles ajudam a remover a tinta.

Os produtos específicos para pós-tintura costumam ser mais hidratantes e ainda contêm ingredientes que ajudam a cor a se manter no fio por mais tempo.

Cabelo virgem pega tinta mais fácil?

Essa é outra verdade e o motivo é que a maioria das tinturas pega mais fácil em fios que ainda não foram coloridos. É importante lembrar que uma coloração não clareia a outra e, se os seus cabelos já forem tingidos, você só vai conseguir o resultado da caixinha se escolher um tom mais escuro.

Deixar a tinta mais tempo faz a cor ficar mais forte?

Mito. A maioria das marcas vem com indicação de tempo, que pode variar para quem está tingindo com um tom diferente ou tem muitos brancos. É importante nunca exceder o tempo máximo recomendado pelo fabricante, pois isso vai agredir mais as suas madeixas. O tempo indicado é suficiente para conseguir o máximo daquela cor.

Confira tudo sobre cartão de noivado

Tonalizante é diferente de tintura permanente?

O efeito dos tonalizantes costuma durar menos que o das tinturas e essa é a diferença fundamental entre os dois produtos. E, justamente por conta disso, o tonalizante também costuma ser menos agressivo, ou seja, se ele for suficiente para o resultado que você procura, prefira.

123 Notícias

Outros artigos