Quais os deveres do inquilino ao alugar um apartamento mobiliado?

Afinal, quais os deveres do inquilino ao alugar um apartamento mobiliado? Entenda o que é obrigação do inquilino ao optar por um espaço mobiliado.

deveres do inquilino
Fonte : Freepik

A escolha de alugar um apto mobiliado acontece por diferentes motivos. Desde uma mudança temporária, na qual não há o interesse em carregar os móveis, até o primeiro aluguel, ao deixar a casa dos pais.

A opção também pode ser útil nos casos de separação, na qual um dos ex-cônjuges decidiu deixar a casa para os filhos e o ex-companheiro, iniciando uma vida nova a partir do zero.

Independentemente de qual seja o motivo, alugar um espaço já mobiliado exige cuidados da parte do inquilino.

Ele terá mais responsabilidades, não apenas com o imóvel, mas com todos os móveis e eletrodomésticos ali presentes.

Entenda agora quais são os deveres do inquilino ao alugar um apartamento com móveis.

O que prestar atenção antes de alugar

Antes de alugar é importante verificar se tudo está listado no contrato.

 Ali deve dizer que o imóvel é mobiliado e de quem é a obrigação de conserto, caso algo quebre. Na maioria dos casos, a responsabilidade de trocar e manutenção é do proprietário, mas, por segurança, é melhor sempre verificar e deixar escrito no contrato.

Além disso, antes de se mudar é indispensável uma vistoria. Ela verifica como está o estado do apartamento e dos móveis ali presentes.

 Se há algo com defeito, o dono do local deve arrumar antes de entregar as chaves para o futuro inquilino.

 Com a vistoria ok, guarde todos os papéis que comprovam o estado do local antes da sua entrada.

Quando deixar o espaço, uma nova vistoria será feita e somente com a comprovação da primeira é preciso provar que você não mexeu ou danificou nada que pertencia ao apartamento.

 A vistoria também serve para verificar desgastes naturais, já que alguns móveis e eletrodomésticos vão perdendo sua função ao longo do tempo, devido ao uso.

Quais os deveres do inquilino

Quanto ao inquilino, deverá ter alguns cuidados e deveres enquanto estiver morando no apartamento mobiliado. São eles:

Não fazer modificações

Por mais que, para você, um determinado móvel ou eletrodoméstico ficaria melhor em outro canto do apê, não é permitido fazer modificações.

 Neste caso, é necessário conversar com o proprietário, pois ele já pensou a organização de tudo de forma a deixar o local confortável e espaçoso.

Quer muito mudar algo? Chame o proprietário e sugira a modificação, se possível, apresentando os possíveis benefícios que o apartamento ganharia com a mudança. Ele topou a ideia? Mude e já mande fotos da novidade.

 Ele não concordou? Deixe tudo como estava.

Lembre-se que, caso o dono do imóvel concorde com a modificação, deixe tudo salvo em uma conversa ou qualquer outro meio que comprove que ele autorizou a mudança.

 Vale até pedir que ele mande uma mensagem no WhatsApp ou por e-mail: “eu, fulano, proprietário do imóvel, autorizo a mudança dos móveis do quarto para o novo posicionamento descrito abaixo.” Assim, sem riscos de problemas na vistoria de saída.

Cuidar bem dos móveis

A regra principal para quem opta pelo apartamento mobiliado é cuidar bem dos móveis. Isso significa usá-los corretamente e evitar qualquer situação que possa causar danos, como colocar copos de bebida diretamente sobre o tampo da mesa.

Além disso, caso você tenha algum animal de estimação, é preciso verificar se o proprietário permite.

 Se estiver tudo ok, procure proteger as coisas e evitar que o pet as arranhe ou roa. O sofá pode receber uma capa impermeável, para evitar o acumulo de pelos e odores, assim como o colchão da cama.

Outra dica legal é manter o banheiro pet longe de móveis e eletrodomésticos. Você pode montá-lo na varanda e ensinar o cão a usar o jornal ou tapete higiênico.

 No caso dos gatos, também deixe a caixa de areia por ali, pois eles tendem a bagunçar o espaço.

 Para evitar móveis roídos, entregue brinquedos e distrações, de forma a manter seu companheiro de quatro patas sempre bem entretido.

Avisar sobre quebras

Acidentes acontecem e é normal que algum móvel ou objeto possa quebrar enquanto você estiver morando na casa. Ainda mais se, após a vistoria, ficar claro que não se tratam de itens tão novos.

 Algo quebrou? Fique calmo e imediatamente contate o proprietário. Pode ser algo simples, como um puxador de gavetas e até o micro-ondas que parou de esquentar os alimentos.

Depois de informar o dono do imóvel, ele decidirá se vai repor, consertar ou deixar isso nas suas mãos. Em alguns casos, o contrato deixa claro que qualquer coisa que quebre será trocada pelo proprietário e, se não foi por tempo de uso (um dano acidental, por exemplo) poderá cobrar o valor gasto no conserto ou compra de item novo.

O ideal é deixar nas mãos do proprietário e arcar com os custos, caso o problema não envolva tempo de uso. Isso porque somente ele sabe qual é marca preferida, assistências técnicas que trabalham com aquele eletrodoméstico e se vai colocar algo mais novo ou usado para substituir o que quebrou.

Confira também sobre como eliminar mofo da casa

Assumir custos por danos

Quando algo quebrou por sua culpa, mesmo em um acidente, é preciso estar preparado para assumir os custos. São situações como: o bichinho de estimação roeu o sofá ou o pé da mesa, você quebrou algo por distração, manchou um móvel por esquecer o copo ou prato por ali.

Além de contatar o proprietário e avisar do ocorrido, é preciso estar preparado para assumir os custos.

Afinal, são questões que não envolvem o fato do móvel ou eletrodoméstico estar velho, mas sim uma distração sua.

Então, mesmo que acidental, quem assume o custo do conserto ou troca é você.

É interessante ter isso em mente antes mesmo de entrar no imóvel.

 Por mais que você cuide de tudo, pode sim lidar com quebras e a necessidade de reembolsar o proprietário com algum móvel ou eletrodoméstico.

Esses são quatro deveres que o inquilino precisa ter em mente ao alugar um apartamento ou qualquer outro imóvel já mobiliado.

 O mais importante é não esquecer da vistoria antes da mudança e procurar manter um bom relacionamento com o proprietário, resolvendo qualquer questão o mais rápido possível.

123 Notícias

Outros artigos