Dente de leite pode ser corrigido com aparelho? Entenda mais sobre

O cuidado com o dente de leite em crianças é essencial para que o pequeno se torne um adulto consciente e saudável no futuro. Os dentes tortos na primeira infância, indicam que provavelmente o pequeno precisará de um tratamento ortodôntico no futuro. 

No entanto, somente um profissional poderá avaliar se existe a necessidade de utilizar o aparelho de porcelana no futuro. 

A dentição infantil tem muitas fases, entre elas a formação dos ossos, o nascimento, a formação completa dos dentes de leite e a troca pelos permanentes. 

Devido ao longo processo, é possível sim realizar algum tipo de intervenção para alterar o formato dos dentes. 

No conteúdo a seguir, será possível tirar todas as dúvidas em relação ao tratamento ortodôntico em pacientes com dentes de leite e com a dentição definitiva. Acompanhe! 

Tipos de tratamentos ortodônticos 

dente de leite em crianças
Fonte da imagem: https://br.freepik.com

Para evitar que os dentinhos cresçam tortos, o tratamento é feito nos dentes para prevenir possíveis desvios na mordida. Existem dois tipos de tratamento, o interceptativo e o corretivo. 

Dente de leite pode ser corrigido com aparelho? O interceptativo é realizado na fase onde está acontecendo a  troca de dentes. Neste momento podem ser utilizados aparelhos móveis, impedidores linguais, expansores móveis e até mesmo aparelhos ortopédicos. 

Esses tratamentos são mais recomendados para corrigir a mordida cruzada e demais problemas que podem vir a alterar o crescimento da mandíbula e do maxilar. 

Já o tratamento corretivo, tem como objetivo corrigir os dentes permanentes através do uso de aparelhos fixos, que podem ser encontrados na versão metálica e na versão de aparelho dental de porcelana

Nessa fase, também podem ser utilizados modelos móveis, mas a escolha do modelo depende do objetivo do tratamento. 

Qual o momento certo para colocar aparelho em criança

O momento ideal para utilizar um tratamento ortodôntico deve ser analisado de acordo com o momento em que a dentição da criança se encontra. 

Por isso, a consulta com um dentista deve acontecer regularmente. Pois, dessa maneira, o profissional consegue acompanhar o desenvolvimento da criança ao longo dos anos. Portanto, em cada uma das fases, existe um tratamento e um momento ideal. Veja:

  1. Crescimento

O bebê deve ir ao dentista quando os primeiros dentes surgirem. Isso porque, o dentista poderá orientar quanto aos cuidados que se deve ter nessa fase. Dessa maneira, evita-se a necessidade de procedimentos mais invasivos e desconfortáveis para as crianças no futuro. 

Além disso, os bebês já ficam habituados às consultas com o dentista – o que torna os possíveis tratamentos mais tranquilos e eficientes, uma vez que certos problemas quando são tratados na primeira infância deixam de ser necessários na fase adulta. 

  1. Durante a troca de dentes

Nesse período a dentição da criança é considerada mista, pois estão presentes dentes de leite, quanto dentes permanentes. 

Na fase da troca de dentes, podem ser utilizados muitos modelos de aparelhos ortodônticos, inclusive o aparelho dental transparente móvel e o fixo. 

A escolha do modelo vai de acordo com a necessidade do paciente. Somente com a avaliação de um profissional é que é possível definir a melhor escolha. 

  1. Dentição permanente

Nesse momento, todos os dentes já foram trocados e a criança já é um pré-adolescente. Na maioria dos casos, pacientes nessa idade já podem realizar todos os tipos de procedimentos ortodônticos, inclusive o aparelho fixo transparente

O modelo é mais discreto e requer alguns cuidados especiais. Mas o seu resultado é o mesmo que o modelo tradicional, o que os difere são os materiais utilizados para a sua confecção. 

Cuidar da saúde bucal deve ser um hábito diário

Como foi dito anteriormente, os bebês devem ir ao dentista antes mesmo dos seus primeiros dentes nascerem. Pois, dessa maneira os pais e/ou responsáveis aprendem os cuidados que se deve ter com a primeira dentição. 

É importante frisar que, qualquer descuido pode impactar na formação dos dentes de leite e na dentição definitiva. 

Cáries, mau hálito e até mesmo a perda de dentes, podem se tornar problemas a serem enfrentados pelos pequenos, o que pode ser solucionado com um tratamento específico e o uso de alinhadores ortodonticos invisiveis

Portanto, até mesmo as crianças precisam: 

  • Escovar os dentes, pelo menos, três vezes ao dia; 
  • Passar o fio dental; 
  • Escovar a língua;
  • Fazer consultas regulares no dentista. 

Todos os cuidados, por mais que pareçam desnecessários, permitem que a criança se torne um adulto saudável e consciente dos cuidados que deve ter com a própria higiene. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e retenção de funcionários.

123 Notícias

Outros artigos