Pular para o conteúdo
Início » Quais os riscos de compartilhar fone de ouvido?

Quais os riscos de compartilhar fone de ouvido?

Quais os problemas de compartilhar fones de ouvido

Existe uma coisa muito comum entre pessoas próximas, que é compartilhar pertences. É muito comum ver pessoas emprestando roupas, sapatos, jogos de videogame ou tabuleiro, até mesmo veículos como bicicletas, motos e carros. 

Isso é claro faz parte de uma sociedade funcional, onde desde os primórdios as pessoas já compartilharam ferramentas, alimentos, e até terra.  

No entanto, não é porque fazemos isso a muito tempo que devemos fazer isso com todos os objetos que temos. Existem aquelas coisas que compartilhar não é exatamente uma boa ideia.

Dito isso, a primeira coisa que pode vir a nossa mente são coisas de muito valor financeiro ou sentimental, como por exemplo algum presente de um ente querido ou algo que você acabou de pagar.

Mas essa está longe de ser a única preocupação que uma pessoa deve ter na hora de pensar o que pode ou não emprestar. As pessoas, por exemplo, não emprestam, ou ao menos não deveriam emprestar, coisas de uso íntimo, e o motivo é a higiene. 

E isso faz todo sentido do mundo, mas o que as pessoas talvez não pensem muito é que existem outros tipos de itens que deveriam ser considerados íntimos pelos mesmos motivos higiênicos, mas isso pode não passar pelas nossas mentes.

E um grande exemplo disso são os fones de ouvido. É extremamente comum emprestarmos fones de ouvido, seja para amigos ou pessoas da família.

Mas será que sabemos o que estamos fazendo com isso? Sabemos todos os riscos que podemos estar correndo com esse tipo de ato corriqueiro?

Então atenção para aprender quais são os problemas de compartilhar fones de ouvido e depois compartilhe com todas as pessoas que você conhece, principalmente para aqueles que adoram pegar um fone emprestado. 

Fone é um produto íntimo?

Vamos começar com uma dúvida que pode até parecer engraçada: o fone é um produto íntimo? 

Temos em nossas mentes que produtos íntimos são produtos que tem algo erótico envolvido, mas isso não é bem verdade. Se você abrir um dicionário agora vai ver que intimo remete a relativo a ou que compõe a essência de algo.

Por isso temos roupas íntimas, roupas que entram em contato com algo essencial nosso, e por isso temos cuidado com elas, e geralmente, não as emprestamos.

O ponto aqui, é que roupas íntimas tem contato com áreas que são facilmente infectadas por doenças dos mais variados tipos. E se olhamos para as roupas assim, porque não deveríamos olhar para os ouvidos assim? 

O ouvido é exatamente onde o fone se encaixa, então ele está obrigatoriamente tendo contato com uma área bem sensível do nosso corpo, e que talvez não seja uma área tão sensível quanto as outras citadas, mas ainda assim uma área suscetível a problemas de saúde. 

Existem diversos problemas de saúde que um ouvido pode ter se infectado por algo, e esse algo pode facilmente ser um fone, e é disso que vamos falar agora.

Os riscos de compartilhar fone de ouvido

A primeira coisa que temos que pensar, é que todas as pessoas podem potencialmente estar carregando consigo algum problema de saúde, como bem aprendemos durante a pandemia.

A pessoa pode nem saber que tem um problema e mesmo assim carrega-lo e ainda transmiti-lo. E quando o assunto é o ouvido, existe muita coisa que pode estar lá.

Existem diversas bactérias e até fungos que podemos carregar, e o nosso ouvido pode ser tanto um transmissor quanto também uma porta de entrada para esses problemas.

O mal mais comum são as infecções bacterianas. Pode ser que a pessoa para quem você emprestou esteja infectada, e quando você pega o fone ele está carregando a bactéria.

Pode ser até que seu ouvido segure a barra, afinal, ele é feito para isso também, mas se você tiver uma espinha ou um pequeno machucado, às vezes causado por cutucar muito o ouvido, a bactéria vai ter uma porta de entrada.

E uma vez no seu corpo, ela pode causar diversos problemas como sentir o ouvido tapado, coceira, inchaço, e claro, muita dor.

Já quando o assunto são fungos, a coisa fica bem mais feia. Os primeiros sinais dele podem ser só uma coceirinha, mas pode gerar uma dor imensa, com secreções saindo por ele.

O pior cenário é se você já possui um problema no tímpano, que pode permitir a infecção ir ainda mais longe e causar ainda mais danos à sua saúde.

Pode compartilhar fone de ouvido?

Em resumo, fones de ouvido são itens que não devem ser emprestados, uma vez que é bem difícil fazer uma higienização sem danificar o item. 

A melhor coisa a se fazer é garantir que cada um tenha o seu, e que ele esteja sempre limpo na medida do possível para tirar qualquer chance de você contrair algum problema através do ouvido, já que quando isso acontece, é do garantida.

Portanto, não corra o risco de compartilhar fone de ouvido com outras pessoas.

Confira também o que é plano de saúde por adesão?