Queimaduras: como agir e primeiros socorros

Apesar de frequente, seja em casa ou no trabalho, acidentes envolvendo queimaduras podem deixar as pessoas sem saber o que fazer, piorando ainda mais a situação. Cada tipo de queimadura exige os primeiros socorros adequados para tratar a região da maneira correta.

A Brasil Emergências Médicas vai esclarecer tudo sobre queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau e como agir em cada uma delas. Dessa forma, você consegue passar a segurança necessária à vítima e prevenir uma piora da situação.

O que são queimaduras?

As queimaduras nada mais são do que lesões que danificam as células do corpo causadas por agentes térmicos, elétricos ou químicos. A depender do tempo de exposição, tamanho, temperatura e natureza da queimadura, ela pode ser classificada em diferentes tipos e gerar diferentes respostas no organismo.

Quais os tipos de queimaduras?

As queimaduras podem ultrapassar as barreiras mais superficiais da pele, atingindo também os músculos e ossos. De acordo com o tamanho e intensidade, a queimadura pode ser classificada de diferentes formas:

Queimadura de primeiro grau

É a queimadura mais superficial e atinge apenas a epiderme. Devido a exposição mais suave deste tipo de queimadura, os sintomas são, principalmente, vermelhidão no local e dor intensa. Além disso, a lesão causada por ela é seca e não produz bolhas.

De maneira geral, melhora entre três a seis dias e não deixa nenhum tipo de cicatriz ou sequelas. Grande parte das queimaduras causadas por exposição solar são classificadas como de primeiro grau.

Queimadura de segundo grau

Mais intensa que a de primeiro grau, a queimadura de segundo grau pode ser classificada como segundo grau superficial e segundo grau profundo. Assim como na 1, a queimadura de segundo grau superficial apresenta como sintomas a vermelhidão no local e dor intensa, mas é comum também o aparecimento de bolhas. Já a cura é mais demorada, podendo levar até três semanas. Entretanto, não costuma deixar cicatrizes.

queimadura de segundo grau profunda acomete toda a derme, sendo semelhante a de terceiro grau. Ela pode demorar mais de três semanas para curar e pode deixar cicatrizes.

Queimadura de terceiro grau

Tipo de queimadura mais grave, a de terceiro grau atinge toda a derme e tecidos subcutâneos. Ela causa destruição total dos nervos, das glândulas sudoríparas e dos capilares sanguíneos. Se for ainda mais intensa, atinge os músculos e estrutura óssea do corpo.

A queimadura de terceiro grau pode deixar grandes lesões acinzentadas, indolores e secas, deixando deformidades e precisando de tratamento cirúrgico, como enxertos, para reverter a situação.

Quais os primeiros socorros para queimaduras de primeiro grau?

Primeiros socorros para queimaduras
Imagem: pexels.com

Nos casos de queimadura de primeiro grau são recomendados alguns cuidados, como:

  1. Deixar o local da queimadura debaixo de água corrente por 15 minutos;
  2. Coloque um pano limpo e umedecido em água no local do incidente até completar 24 horas do ocorrido, trocando sempre que a água esquentar;
  3. Não aplique nenhum tipo de produto sobre a queimadura, como óleo ou manteiga;
  4. Procure passar uma pomada hidratante ou cicatrizante para amenizar os efeitos.

Quais os primeiros socorros para queimaduras de segundo grau?

Por afetar também as camadas intermediárias da pele, a queimadura de segundo grau exige alguns cuidados maiores, como:

  1. Deixar o local da queimadura debaixo de água corrente por 15 minutos;
  2. Lave a queimadura com cuidado usando sabão pH neutro e não esfregue o local com muita força;
  3. Deixe a região coberta com uma gaze molhada e deixe-a por pelo menos 48 horas. Troque a gaze quando for necessário.
  4. Quando surgir as bolhas, não fure e não aplique nenhum tipo de produto no local. Isso irá evitar a ocorrência de infecções;
  5. Procurar ajuda médica se a queimadura ou bolha estiver muito grande.

Quais os primeiros socorros para queimaduras de terceiro grau?

Os acidentes que causam queimaduras de terceiro grau são graves e podem colocar a vítima em risco de vida. Portanto, nesses casos o recomendado é:

  1. Chamar uma ambulância imediatamente para prestar socorro;
  2. Coloque sob a queimadura uma gaze esterilizada no local afetado enquanto aguarda a chegada dos profissionais especializados;
  3. Não aplique nenhum tipo de produto na região afetada.

A queimadura de terceiro grau, por afetar os vasos sanguíneos, músculo, tecidos e ossos, pode causar o falecimento de múltiplos órgãos e deixar a vítima inconsciente. Nessa situação, inicie imediatamente a massagem cardíaca respiratória.

As diferentes causas da queimadura

As causas das queimaduras podem variar de acordo com a natureza do ocorrido, sendo classificado do seguinte modo:

  • Queimaduras térmicas: são causadas por fontes de calor ao entrar em contato com a pele, como fogo, objetos quentes, líquidos em alta temperatura, vapores e exposição ao sol em excesso.
  • Queimaduras químicas: quando ocorre o contato entre substâncias químicas com a pele e até mesmo, roupas;
  • Queimaduras por eletricidade: são causadas por descargas elétricas.

Primeiros socorros para queimaduras causadas por produtos químicos

  1. Enxágue toda a região afetada por, no mínimo, 20 minutos em água corrente.
  2. Remova imediatamente do corpo acessórios como anéis, pulseiras, relógios, colares, cintos, sapatos e roupas, logo após o ocorrido e antes de começar a inchar no local.
  3. Caso tenha atingido a roupa, remova o resíduo contaminado pelo produto, prevenindo que outras áreas sejam queimadas.
  4. Caso a região dos olhos tenha sido afetada: enxágue abundantemente em água corrente até a chegada da ajuda médica. Caso faça o uso de lentes de contato, remova-as imediatamente.

Primeiros socorros para queimaduras causadas por eletricidade

No caso de queimaduras causadas por baixa voltagem, como eletrodomésticos e alta tensão:

  1. Desligue a corrente elétrica;
  2. Não encoste na vítima de forma alguma;
  3. Chame o serviço de ambulância, como a Brasil Emergências Médicas imediatamente.

O que não fazer em casos de queimadura?

  • Não estoure as bolhas que aparecem após a queimadura;
  • Não use nenhum tipo de produto que não tenha ido sob orientação médica, como pasta de dente, manteiga, óleo de cozinha, clara de ovo, pomadas e etc.
  • Caso tenha algum tecido grudado na queimadura, não o remova.

Complicações da queimadura

A pele funciona como um tipo de barreira e regulador de controle de temperatura do corpo, sendo o nosso maior órgão. Pacientes com queimaduras moderadas ou graves devem ter acompanhamento médico para tratamento adequado e evitar futuras complicações.

As queimaduras favorecem a penetração de germes e microrganismos, devido o comprometimento da barreira de proteção da pele, podendo levar a infecções e sepse. Além disso, a perda de líquidos dos tecidos queimados pode causar prejuízos à saúde do indivíduo, que quando muito intensa, pode levar a choque circulatório.

Queimaduras graves na região do tórax e pescoço podem levar à dificuldade de respiração, devida a cicatrização, que torna a pele rígida e retraída. Além do comprometimento dos pulmões nos casos de queimaduras por inalação.

Quais os sinais e sintomas de infecção de queimaduras?

O tratamento adequado e com acompanhamento médico é fundamental para evitar infecções ou outras complicações. Para identificar se há algum tipo de inflamação, verifique se há uma maior vermelhidão da pele ao redor e não apenas uma vermelhidão na região da queimadura. Nas áreas em que há infecção, é possível observar uma vermelhidão na periferia do ferimento, além de secreções diferentes no local, como por exemplo, pus.

Medidas preventivas da queimadura

Por colocar em risco a vida das pessoas, é preciso evitar acidentes com queimaduras. Os idosos e crianças são os grupos mais vulneráveis para sofrerem algum tipo de incidente que resulte em uma queimadura.

Algumas medidas preventivas podem ser tomadas para evitá-las, como por exemplo:

  • Crianças na cozinha são sempre um risco. Por isso, as mantenha afastadas do local enquanto estiver cozinhando.
  • Tenha um extintor de incêndio dentro ou perto da cozinha.
  • Instale sensores de fumaça na cozinha.
  • Faça a substituição dos detectores de fumaça a cada 10 anos.
  • Verifique a temperatura da água do banho antes de usá-lo.
  • Sempre deixe os fósforos e isqueiros travados.
  • Instale tampas nas tomadas elétricas.
  • Certifique-se de que não há nenhum cabo elétrico ou fio exposto no ambiente.
  • Mantenha todos produtos químicos fora do alcance, e utilize luvas enquanto fizer o uso deles.
  • Use protetor solar todos os dias.
  • Evite ficar exposto por longos períodos à luz solar intensa.

Precisa de ajuda com queimaduras? Conte com a Brasil Emergências Médicas

Como você pode perceber, queimaduras mais graves precisam de atendimento médico imediato para controle da situação e preservação do bem-estar do paciente. Nos casos de acidentes de qualquer natureza que causam queimaduras, conte com a Brasil Emergências Médicas com ambulância para um atendimento imediato e seguro.

123 Notícias

Outros artigos